ff



Diet Zero - dietzero@dietzero.com.br
quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014
Sete benefícios do vinagre de maçã

1 - Ajuda a emagrecer: Um estudo da Universidade do Arizona e publicado na revista Diabetes Care observou que após ingerirem duas colheres de sopa de vinagre de maçã diluídos em água antes do almoço e do jantar, os participantes perderam em média dois quilos em um mês. 

Isto ocorre porque o alimento ajuda a reduzir picos de insulina e o nível de glicose após refeições ricas em carboidratos. Os picos de insulina são inimigos do emagrecimento porque quando o carboidrato é absorvido rapidamente pelo sistema digestivo, o nível no sangue sobe subitamente. Assim o pâncreas libera muita insulina que, por sua vez, irá baixar drasticamente os níveis de glicose no sangue, levando a uma hipoglicemia reativa e consequente sensação de fome. 

Além disso, o ácido acético presente no tempero é um bloqueador natural da absorção de amidos e açúcar. Quando estas enzimas são bloqueadas, os carboidratos passam direto através do trato digestivo, comportando-se como fibras insolúveis, que não podem ser digeridas. Assim são eliminadas muitas calorias, que se fossem absorvidas, certamente iriam dificultar a perda de peso. 

2 - Previne o diabetes: O vinagre de maçã ajuda a prevenir a doença porque reduz os níveis de glicose e consequentemente os picos de insulina após refeições ricas em carboidratos. Quando a insulina é produzida e liberada no corpo em grandes quantidades levando aos picos, alguns tecidos e órgãos começam a reduzir sua resposta a ele, sendo preciso mais insulina para armazenar a mesma quantia de glicose. Esse processo é um quadro chamado de resistência à insulina, que se não for revertido pode evoluir para diabetes do tipo 2. 

3 - Diminui a rigidez articular: O vinagre de maçã melhora a rigidez articular porque o ácido acético tem uma ação quelante, de eliminação, de cristais de minerais que se depositam nas articulações. 

4 - Melhora a digestão: Este benefício ocorre porque o vinagre de maçã é fermentado e rico em enzimas, assim o alimento fica menos tempo retido no estômago e também pode haver melhora na azia e no refluxo. 

5 - Protege o fígado: O vinagre de maçã possui os ácidos málicos, lático e cítrico que ajudam na saúde do fígado e também o tornam mais eficaz no processamento das toxinas, auxiliando o corpo a eliminá-las de forma mais rápida. 

6 - Bom para a pele: Uma colher de sopa de vinagre de maçã diluída em um copo de 300 ml de água pode ser utilizado como um tônico para a pele. Esta combinação ajuda a reduzir o excesso de oleosidade cutânea e também a acne. 

7 - Aliado dos músculos: O ácido acético presente no vinagre contribui para converter a glicose em glicogênio, que é armazenado pelos músculos e fígado como fonte de energia para as atividades do dia a dia. O glicogênio é usado de forma rápida pelo corpo e não se transforma em gordura. Quanto mais glicogênio, mais energia, e assim os músculos se tornam mais eficientes, o que facilita a malhação e a recuperação após a atividade física. 

Postado por WM Internet as 22:17 e tem 0 comentarios

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014
Melhores frutas para emagrecer

Morango: O morango ajuda a emagrecer pois contém calorias negativas, isto é, o corpo gasta mais calorias na sua digestão do que as que a fruta possui. Além disso, é rica em ferro e em vitamina C, sendo um bom anti-inflamatório natural. 100 g possui apenas 45 calorias.

Pera: A pera ajuda a emagrecer porque é rica em fibras, que ajudam a melhorar o trânsito intestinal e tirar a fome. Ela ainda ajuda a regular os níveis de colesterol no sangue. Uma pera grande tem, em média, 85 calorias. Peras assadas com canela também são uma ótima sobremesa que, além de deliciosa, ajuda a emagrecer.

Melancia: Contém calorias negativas e é diurética, auxiliando no combate ao inchaço. Também ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue. Ela abaixa a pressão e é considerada um alimento afrodisíaco. 100 g de melancia contém apenas 24 calorias.

Kiwi: Dentre os benefícios do Kiwi, estão o combate à prisão de ventre e a capacidade de saciar o apetite. Rico em vitamina C, é diurético e 100 gramas possui apenas 46 calorias.

Maçã: A maçã ajuda a emagrecer pois é rica em antioxidantes, regula os níveis de colesterol e de triglicerídeos e ajuda na digestão. Uma maçã grande possui, em média, 81 calorias. A maçã assada com canela ou cravo da índia contém poucas calorias, é deliciosa e é uma sobremesa muito nutritiva.

Mamão: Diurético e rico em fibras, facilita a eliminação das fezes e combate a barriga inchada. O mamão é bom para ajudar no controle da diabetes e aliviar os sintomas da gastrite. 100 g contém, em média, 85 calorias. Uma fatia de mamão picado com 1 potinho de iogurte natural é uma ótima opção para o lanche da manhã.

Banana: Rica em triptofano, tira o desejo de comer doces, sacia a fome e cada uma contém entre 87 e 120 calorias, dependendo do tipo e do tamanho. A banana, quando consumida antes de malhar, diminui ainda o risco de cãibras, por ser rica em potássio. Ela também é ótima para o café da manhã, pois diminui a fome ao longo do dia. A banana assada no forno ou no micro-ondas com alguns cravos da índia constitui uma ótima sobremesa. 

Abacaxi: O abacaxi ajuda a emagrecer pois é rico em água e em vitamina C. O abacaxi combate a retenção de líquidos e deixa a cintura mais fina. Quem não gosta do sabor ácido do abacaxi pode experimentar o abacaxi assado no forno com canela em pau.

Postado por WM Internet as 10:27 e tem 0 comentarios

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014
5 benefícios comprovados do chocolate amargo

1 - Protege o sistema cardiovascular: O flavonoide epicatequina do chocolate amargo, que também é encontrado no chá verde, estimula o aumento do bom colesterol, HDL, e a diminuição do ruim, LDL. O colesterol ruim pode oxidar, entupir o vaso sanguíneo e levar a problemas no coração. Além disso, os flavonoides ajudam a dilatar as artérias, permitindo melhor circulação do sangue. 

2 - Reduz a pressão arterial: Os flavonoides presentes no chocolate ajudam a promover a dilatação das artéria, diminuindo a resistência arterial, o que contribui para a melhora da pressão arterial. Uma análise de 20 estudos, pesquisas que reuniram no total mais de 850 participantes, feita pelo Cochrane (grupo internacional avaliador de pesquisas) observou que comer chocolate amargo ajuda a diminuir a pressão arterial.

3 - Diminui o risco de câncer: O chocolate amargo possui boas quantidade de flavonoides que são poderosos antioxidantes. O câncer tem relação com a oxidação do DNA, a oxidação excessiva aumenta o risco da doença. Como os flavonoides agem impedindo uma parte dessa oxidação, eles acabam evitando o risco de câncer.

4 - Protege a pele: A radiação ultravioleta aumenta as oxidações das células da pele. Como os flavonoides do chocolate amargo possuem forte ação antioxidante, eles irão proteger um pouco a pele contra essa radiação. 

5 - Proporciona sensação de bem estar: O chocolate é fonte de triptofano, este aminoácido é precursor da serotonina, hormônio responsável pelo prazer. Além disso, o alimento possui neurotransmissores que estão relacionados com o relaxamento e redução da ansiedade. 

Postado por WM Internet as 22:12 e tem 0 comentarios

domingo, 23 de fevereiro de 2014
Suco rosa - bebida natural ajuda a emagrecer

Feito com beterraba, o suco promete melhorar em até 10 % a performance física, além de ajudar na recuperação das fibras musculares e ajudar a deixar os quilinhos a mais de lado. A combinação de beterraba crua com a laranja, tem feito sucesso entre os praticantes de atividades físicas ao redor do mundo. Anote a receita:

1 beterraba pequena
1/2 pote de iogurte natural desnatado
1/2 copo (100 ml) de água gelada
Suco de 1 laranja

Modo de Preparo: No liquidificador, bata a beterraba pequena, crua e fatiada, com o pote de iogurte natural desnatado, a água gelada e o suco de laranja. Rende 1 copo grande com 70 calorias. Beba até uma hora antes do treino.



Postado por WM Internet as 23:06 e tem 0 comentarios

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014
5 comidas que diminuem o estresse

Para aliviar o estresse, além de praticar exercícios físicos, podemos tomar cuidados com a alimentação. Veja 5 alimentos que ajudam a diminuir o estresse:

1. Chocolate amargo – quanto mais escuro e puro, melhor. O ideal é procurar um chocolate com o menor número de ingredientes possível; ele ajuda a melhorar o humor, bem como alivia as tensões emocionais. Pode comer sem culpa, mas você só precisa de um ou dois quadradinhos por dia.

2. Amêndoas – menos de um punhado de amêndoas por dia vai fortalecer seu sistema imunológico em períodos de estresse. Isso poque amêndoas são fontes de vitaminas B e E. O complexo B é um conjunto de vitaminas hidrossolúveis que é útil em casos de depressão e ansiedade e a vitamina E acelera as cicatrizações, previne dano oxidativo das células e protege contra doenças.

3. Batata doce – elas são dotadas de nutrientes que ajudam a combater o estresse e reforçam o sistema imunológico. Depois de um dia cansativo de trabalho, um prato feito com batata doce – mesmo fritas – fará com que você sinta calma e satisfação.

4. Gordura boa – além de enviar uma sensação de alegria para o cérebro, as gorduras boas também estimulam um sono profundo e tranquilo. Elas são encontradas em diversos alimentos, como abacate, óleo de coco, azeite de oliva e óleo de peixe. Metade de um abacate ou uma ou duas colheres de sopa dos óleos por dia bastam para melhorar sua dieta.

5. Proteína animal de alta qualidade - o ideal é optar por carne orgânica, de animais que se alimentem de grama, e que não seja importada. Não é preciso comer grandes porções – uma quantidade do tamanho da palma da mão é suficiente. Proteína de alta qualidade gera o sentimento de paz e harmonia e promove sono reparador. 

Postado por WM Internet as 17:12 e tem 0 comentarios

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014
Mulher que perdeu 140 kg sem cirurgia consumia 10.000 calorias por dia: "Eu emagreci aprendendo a comer"

Por amor, Adriana driblou a obesidade e está em busca da cirurgia para remoção de peles

Na tarde da última quarta-feira (12), o Balanço Geral mostrou a história de Adriana, que conseguiu emagrecer 140 kg sem fazer a cirurgia de redução do estômago.

“Superação é o que define o meu emagrecimento”, contou Adriana em entrevista ao R7. Desde 2006, ela lutava contra a obesidade e uma série de problemas de saúde que vieram juntos com os quilinhos a mais: hipertensão, diabetes, trombose e até anemia estavam na lista.

Antes de mudar seus hábitos alimentares, Adriana, que é natural de Morangaba, no interior de São Paulo, chegava a comer mais de 10.000 calorias por dia. Um número muito elevado, já que o recomendado é de, no máximo, 2.200 calorias diárias.

Refrigerante e salsicha? Já no café da manhã estavam presentes: “Eu comia quatro pães franceses no café da manhã com duas salsichas cada um e dois litros de refrigerante”, lembra.

No almoço, ela repetia a dose: comia cerca de oito salsichas, 500 g de arroz, 500 g de feijão acompanhados de mais um litro de refrigerante. Nos intervalos entre as refeições, ela tomava mais refrigerante e no jantar, repetia a dose, e ainda comia um x-salada. Agua? Suco? Frutas? Nada disso entrava no cardápio extremamente calórico dela.

Sem esperanças, e decidida a fazer a cirurgia bariátrica, Adriana começou a fazer uma dieta impulsionada por um “novo amor”. Em 14 meses, ela pulou dos 220 kg para 80 kg.

Como ela conseguiu?

Já na primeira semana de dieta, Adriana emagreceu 25 kg.

— O grande culpado de tudo isso é o Anacleto. Conheci ele pela internet e tinha vergonha de sair de casa. No primeiro encontro fomos a um restaurante e ele mesmo fez o meu prato.

Adriana conheceu Anacleto pela internet em um período que ficou mais reclusa, e quase não saía de casa. Com vergonha do seu tamanho e com o emocional comprometido, ela ganhou fôlego para emagrecer através de um novo amor.

Animada, ela procurou ajuda e entrou para um grupo de apoio à obesidade na Unicamp, em Campinas (SP). Já na primeira semana, conseguiu emagrecer 25 kg. Nos meses seguintes eram no mínimo 11 kg a menos na balança.

- Eu aprendi que aquilo tudo estava me levando à morte e eu tinha que mudar. Eu tenho que colocar coisas saudáveis na minha vida. Emagrei 140 kg aprendendo a comer. Qualquer um pode ficar magrinho. É só querer.

Atualmente Adriana conta com a ajuda de Anacleto para montar o cardápio de sua dieta, que hoje é de 1.200 calorias, rica em frutas, alimentos integrais, chá verde e quase três litros de água por dia. “Não bebo refrigerante há um ano e quatro meses e sempre como de três em três horas”, comemora.

Pesando 80 kg e vestindo 42, Adriana ainda quer emagrecer mais alguns quilinhos e, principalmente, dar adeus às peles que ficaram após o emagrecimento.

- São 15 kg de pele. Elas me atrapalham muito.

E para quem pensa em fazer a cirurgia bariátrica e está sem esperanças de emagrecer com dieta e exercícios, ela dá a dica:

- As pessoas deveriam pensar duas vezes. Não é o estômago que está doente, é a cabeça. E as pessoas não aceitam isso.

Fonte R7

Postado por WM Internet as 21:20 e tem 0 comentarios

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014
Iogurte pode ajudar a prevenir diabetes tipo 2

Uma nova pesquisa da Universidade de Cambridge, na Grã-Bretanha, sugere que o iogurte pode ser um aliado no combate ao diabetes tipo 2. O estudo comparou os hábitos alimentares de pessoas com e sem a doença e descobriu que a prevalência do diabetes é significativamente menor entre aquelas que consomem iogurte com baixo teor de gordura ao menos quatro vezes por semana.

Existem dois fatores capazes de aumentar o risco de diabetes tipo 2: o genético, ou seja, ter histórico da doença na família, e o ambiental, que são problemas como má alimentação, excesso de peso e sedentarismo. Não há nada que uma pessoa possa fazer em relação à sua predisposição genética para a doença, mas adquirir hábitos saudáveis podem diminuir consideravelmente as chances de ela se desenvolver.

Para realizar o estudo, os pesquisadores coletaram dados de um levantamento feito na Inglaterra. Eles compararam os hábitos alimentares de 753 pessoas com diabetes tipo 2 aos de 3 500 indivíduos livres da doença. Os resultados foram publicados na edição deste mês do periódico Diabetologia.

Fonte - Veja

Postado por WM Internet as 11:51 e tem 0 comentarios

Posts mais recentes Posts mais antigos









 

Últimos Posts

Dez alimentos que ajudam a combater o cansaço
Beterraba - muita saúde no prato
Onde estão as proteínas?
Aproveite bem o microondas
Temperos poderosos
Alecrim e Tomilho - muita saúde
A importância das frutas na alimentação
Benefícios da manga
Água fria X Água quente
Couve - sinônimo de ferro e cálcio

Arquivos

Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Fevereiro 2014 Março 2014 Abril 2014 Maio 2014 Junho 2014 Julho 2014 Agosto 2014 Setembro 2014 Outubro 2014 Novembro 2014 Dezembro 2014 Janeiro 2015 Fevereiro 2015 Março 2015 Abril 2015 Maio 2015 Junho 2015 Julho 2015 Agosto 2015 Setembro 2015 Outubro 2015 Dezembro 2015

 
WM INTERNET